terça-feira, 12 de janeiro de 2010

MIEP GIES A MULHER QUE ESCONDEU ANNE FRANK





'Protectora' de Anne Frank morre aos 100 anos

Miep Gies, a última sobrevivente do grupo que ajudou a proteger Anne Frank e a sua família dos Nazis, morreu ontem, na Holanda, aos 100 anos.

Durante dois anos, entre 1942 e 1944, a jovem Anne Frank e a sua família viveram escondidas num anexo à loja do pai, Otto Frank, em Amesterdão. A família era ajudada por um grupo de amigos, entre os quais Miep Gies, que lhes fornecia comida e outros bens de primeira necessidade. Quando a polícia Nazi os encontrou, os oito clandestinos foram deportados e Anne Frank acabou por morrer com tifo no campo de concentração de Bergen-Belsen.
Foi Miep Gies que guardou o diário que Anne Frank tinha escrito durante o período em que esteve escondida e que, em 1947, o devolveu a Otto Frank. O pai de Anne Frank foi o único do grupo do anexo que sobreviveu à guerra.
'O Diário de Anne Frank' tornou-se um dos livros mais vendidos em todo o mundo. Desde então, Miep Gies tem viajado por vários países para dar palestras sobre Anne Frank e sobre a sua experiência, decidida a preservar a memória daqueles que morreram na Segunda Guerra Mundial.

DN Artes


Foto da Net

GOLDFINGER

2 comentários:

elvira carvalho disse...

Passei amigo. Tenho tantas saudades do tempo em que andava por aqui todos os dias. Como estão vocês?
Desejo um excelente 2010 para vós.
Um abraço

gaivota disse...

pois foi, na holanda...
já estive ao pé da casa onde anne frank foi 'escondida'...
agora não irei lá tão depressa...
fentásricos, todos aqueles relatos e cheiros que estão por lá!
beijinhos