domingo, 8 de fevereiro de 2009

FOI VOCÊ QUE PEDIU UM PORTO PROENÇA?



Vergonhoso… simplesmente vergonhoso é aquilo que me ocorre dizer neste fim de domingo desportivo.

Na Invicta Cidade, defrontaram-se Porto e Benfica. Confesso que estaria algo apreensivo, mas no fundo reservava a secreta e sempre inesgotável fé de que o meu SLB faria um bom jogo e traria para a Capital um excelente resultado.

Não fiquei defraudado porque o meu Benfica, jogou, lutou, correu e provocou sempre no FCP a necessidade de olho alerta, que o Benfica não se remeteu à defesa, antes jogou o jogo pelo jogo, feliz aqui e ali, mas também infeliz em alguns lances.

Grande golo de Yebda ao cair do pano da primeira parte, e as equipas a regressarem com vontade de resolverem o jogo a seu contento. Só que, o senhor Pedro Proença, a metro e meio dos jogadores envolvidos na jogada, Yebda e Lisandro penso, vislumbrou uma grande penalidade que só ele viu. A muitos metros de distância percebeu-se que a falta não existiu, mas Pedro Proença, senhor do seu nariz, do alto da sua sabedoria, indicou a marca de grande penalidade.

Não sei o que passa na cabeça de um árbitro que comete uma falha destas, nem como poderá o senhor Proença justificar um penálti que não existiu, com influência no resultado. De uma vez por todas, estes senhores de negro têm de se capacitar que estando em jogo muitas centenas de milhar de €uros, decisões infelizes como esta, podem deitar por terra, toda uma época.





Dir-me-ão que existiu uma outra falta na área do Benfica, cometida sobre Lucho Gonzalez, mas se verificarem bem, existe efectivamente um toque no pé direito de Lucho, mas ele só cai depois de ter escorregado com o pé esquerdo, levantando-se de imediato, pois ele próprio percebeu que não ganharia a falta. ( E daí, talvez não...)

E que dizer da forma como os jogadores do Porto se dirigiam ao árbitro? Que dizer da forma agressiva como Raul Meireles sempre se dirigiu a Pedro Proença? E nem um cartão amarelo… Porque terá sido? Medo? Distracção? Falta de vista? Sim, talvez falta de vista, talvez…

Por isto, a única coisa que me ocorre dizer é… simplesmente vergonhoso! E querem os árbitros que os respeitemos! Como? Com decisões destas? A metro e meio dos jogadores?

Eu ainda acredito que se erre sem querer, e errar é próprio do homem, mas… tão em cima do lance?

Claro que aceito que me digam que a minha opinião é parcial pois sou Benfiquista, mas para mim o resultado foi este:

Pedro Porto Proença 1 – 1 Sport Lisboa e Benfica!

Fotos da Net

GOLDFINGER


3 comentários:

Menina do Rio disse...

De futebol nada entendo...

Um beijo pra ti

Cata-Vento disse...

Lamentável! E mais não digo porque tu que viste o jogo sabes falar de futebol melhor do que eu.
Já me vou habituando a estes cenários. Infelizmente! Sempre revoltada.

Jinhos

gaivota disse...

ah pois é... um empate...
sem mais!
beijinhos