terça-feira, 15 de dezembro de 2009

MCCANN DEIXAM PORTUGAL






Saíram da praia da Luz de manhã cedo rumo a Inglaterra

Kate e Gerry McCann deixaram Portugal rumo a Inglaterra ao início da manhã de ontem. Os pais de Maddie saíram da Luz discretamente e bem cedo, aterrando no Reino Unido por volta das 14h00.

O casal McCann passou duas noites na Praia da Luz, de onde a filha Madeleine desapareceu em Maio de 2007. Kate e Gerry chegaram ao Algarve na sexta-feira ao fim do dia, depois de terem estado em Lisboa para o julgamento sobre a providência cautelar interposta ao livro de Gonçalo Amaral. A audiência foi adiada devido a doença do advogado do ex-coordenador da Judiciária.

No site dedicado à busca pela filha, ‘findmadeleine.com’, os McCann publicaram que estiveram na igreja da Luz no sábado de manhã e fizeram um passeio pela costa. A Comunicação Social no local, no entanto, apenas viu Kate e Gerry ao final da tarde de sábado, quando participaram na missa na capela da localidade.

Correio da Manhã

Fotos da Net









Comentário:

“Os pais de Maddie, desaparecida em 3 de Maio de 2007, apresentaram outra acção contra Gonçalo Amaral, exigindo 1,2 milhões de euros por difamação.”

“Que pena, que aborrecimento o advogado de Gonçalo Amaral estar doente, logo agora que os McCann acreditavam que o livro do ex-coordenador da Judiciária iria ficar definitivamente fora de venda… e conseguiriam mais 1,2 milhões de euros para a sua conta…

Não sei porquê, mas palpita-me que não irão ficar muito satisfeitos com os resultados do julgamento quando ele se der. E se a razão não estiver do lado do casal, indemnizarão eles Gonçalo Amaral?” Quem se responsabilizará pelos prejuízos que Gonçalo Amaral já teve em toda a sua vida desde o dia em que começou a investigar este desaparecimento?

Que nuvens ainda pairam sobre este misterioso caso da pequena Maddie? Será que algum dia chegaremos a saber a verdade?

GOLDFINGER


2 comentários:

gaivota disse...

antónio, é sempre complicado falar deste assunto... por mim, penso que o 'réu' tem razão!
sinceramente, um dos casos que não se podem evidenciar mais, porque trudo o que se conseguiu 'ver' já chegou...
beijinhos

FERNANDA & POEMAS disse...

OLÁ QUERIDO ANTÓNIO, ADORO LER AS TUAS CRÓNICAS... ÉS UM AMIGO DO CORAÇÃO... ADORO-TE E UM BOM DOMINGO,
FERNANDINHA