quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

A CULPA DOS MALES QUE NOS ACONTECEM



“Na vida temos fases menos agradáveis, onde tudo nos acontece e nessas alturas parecemos uns Calimeros, dizendo mal de tudo e de todos, praguejando porque só a nós é que as coisas más acontecem. São os azares que não nos largam.

A verdade é que, melhor ou pior, as coisas acabam sempre por passar, e nós, à boa maneira portuguesa, arranjamos sempre uma desculpa para encontrar no meio do azar, que afinal, até acabámos por ter muita sorte. Somos mesmo assim, não há nada a fazer”.

Em todos os males que nos acontecem, olhamos mais para a intenção do que para o efeito. Uma telha que cai de um telhado pode ferir-nos mais, mas não nos desola tanto como uma pedra atirada de propósito por uma mão maldosa. O golpe, por vezes, falha mas a intenção nunca erra o alvo. A dor física é a que menos se sente nos ataques da sorte e, quando os infortunados não sabem a quem culpar pelas suas infelicidades, culpam o destino, que personificam e ao qual atribuem olhos e uma inteligência disposta a atormentá-los intencionalmente.

É o caso de um jogador que, irritado com as suas perdas, se enfurece sem saber contra quem. Imagina que a sorte se encarniça intencionalmente para o atormentar e, encontrando alimento para a sua cólera, excita-se e enfurece-se contra um inimigo que ele próprio criou. O homem sábio, que em todas as infelicidades que lhe acontecem só vê golpes da fatalidade cega, não tem essas agitações insensatas; grita na sua dor, mas sem exaltação, sem cólera; do mal que o atinge só sente os ataques materiais, e os golpes que recebe podem ferir a sua pessoa, mas nenhum atinge o seu coração.

Jean-Jacques Rousseau, in 'Os Devaneios do Caminhante Solitário'

Foto da Net

GOLDFINGER


8 comentários:

Fatima disse...

Boa noite GF

E afinal de quem é a culpa dos males que nos acontecem????

Nossa? Se calhar!

A sorte demora muito a fazer!

Abraço

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO GOLD, MARAVILHOSO TEXTO COM O QUAL EU CONCORDO NA INTEGRA... DEVEMOS TER SEMPRE UMA ATITUDE POSITIVA PERANTE A VIDA E OS POSSÍVEIS INFURTÚNIOS... REVOLTA ATRAI REVOLTA E NÃO NOS LEVA A LADO NENHUM... ADOREI AMIGO!!!
UMA NOITE DE PAZ... UM ABRAÇO DE CARINHO,
FERNANDINHA

Cata-Vento disse...

A intenção conta muito, Gold! Para o melhor e para o pior. Quando recebo um presentinho, um miminho, seja de quem for, valorizo muito mais a intenção do que o valor material do mesmo.

jinhos mil

Bem-hajas!

Maria disse...

É um texto passível de mais do que uma leitura, aliás como quase tudo na vida...
Nem de propósito estou a ver ténis, desporto que aprecio bastante, e há jogadores que quando perdem pontos se irritam com eles próprios, até como forma de se auto-motivarem...
Quero eu dizer que, para a mesma situação e comportamento, podem existir várias verdades, depende apenas de quem as lê, e como as interpreta...

Beijinho, Goldfinger

elvira carvalho disse...

Ora aí está um texto, muito sábio, mas que a falar verdade, não se enquadra muito com a minha maneira de ser. Não penso que sou uma perseguida do destino, como também não penso que seja bafejada por ele. Penso que estou com a maioria, tenho altos e baixos, como toda a gente.
Um abraço

Angel of Light disse...

Tudo aquilo que nos acontece, de bom ou de menos bom, foi "planeado" por nós antes de aterrarmos na Terra, com o propósito de evoluirmos como seres divinos que somos. Todos os males que nos vêm parar às mãos não são mais do que efeito de algo que fizemos no passado (noutras vidas). É o reverso da moeda!

Por isso é tão importante aceitar com muito Amor tudo aquilo que passamos nesta vida, compreendo e respeitando que não é mais do que aquilo que projectámos para nós. E seguir em frente, ultrapassando os obstáculos mais difíceis com grande fé e garra.

O Universo dá-nos de volta tudo aquilo que projectarmos (seja para nós ou para os outros). Quanto mais praticarmos o Amor, a Paz, a Compaixão, ... mais os receberemos!

Beijinhos de Amor e Luz!

gaivota disse...

coitadinho do calimero...
bem gostava eu desta personagem de b.d!
sabes, amigo, há sempre culpas a atribuir, é humano, nem que sejam a nós próprias, que é o mais
sensato...
só que às vezes as coisas são de mais exaltação, e, com jogadores, por exemplo, até convidam os árbritos para jantar, etc e lá vai cartão e uma enxurrada de supostos motivos para essas culpas...
gosto da foto, lindo telhado!
beijinhos

Cata-Vento disse...

Este telhado é parecido com o que a minha casinha do campo tem. Telha de canudo regional. Lindo!

Bjinhos